Rolê Cervejeiro

O lúpulo é um ingrediente mais do que fundamental na cerveja. As propriedades são muitas e sem ele a cerveja provavelmente teria pouca graça. Nos dias de hoje tem quem goste de muito lúpulo, tem quem goste de pouco, tem quem prefira o amargor e tem quem prefira o aroma. O fato é que ele é o conservante e o tempero de tudo, podendo ser associado a outros ingredientes para deixar a cerveja ainda mais especial.
Historicamente o lúpulo apareceu na literatura cervejeira na Idade Média, no século XI. Inicialmente a adição do lúpulo se deu por conta das suas propriedades relativas à conservação, já que na época a fermentação não tinha controle de temperatura. Imagina uma cerveja feita na Europa em pleno verão? A chance de dar errado era grande, mas com o lúpulo o sucesso era maior. “Água, malte, lúpulo e levedura”: é com isso que se faz esse líquido maravilhoso que por aqui nós gostamos demais. O terceiro ingrediente na formulação de uma receita cervejeira é usado em pequenas quantidades para temperar e dar longevidade à bebida. Um grande reforço à fama do lúpulo se dá às cervejas do estilo IPA. A Indian Pale Ale surgiu justamente na tentativa de manter a cerveja conservada por mais tempo, no caminho da Inglaterra para a Índia. Hoje as IPA’s são cervejas adoradas no mundo todo por conta do amargor e do aroma intensos, proporcionados pelo lúpulo.

lupulo-1

Originalmente europeia, essa planta de características muito peculiares se adaptou bem demais nos Estados Unidos, o que fez a gama de produtos aumentar consideravelmente no mundo todo. Uma planta sutil, de onde se extrai a lupulina, principal componente ativo. Sendo usado basicamente no formato de pellets há a variação nos sabores e aromas com utilização direcionada para cada estilo de cerveja diferente. Há quem se arrisque a usar as flores in natura, mas a chance de oxidação da cerveja é grande. Atualmente com popularidade também, as NE IPA’s se tornaram bem quistas por conta da sua alta carga de lúpulos, mas alta meeeesmo. Em JF temos um bom exemplo do estilo com uma parceria entre a Cervejaria São Bartolomeu e o Mr. Tugas, a The Punch! Uma lupulagem certa com certeza faz com que a cerveja seja excepcional, das mais lupuladas e também das com lupulagens moderadas e até baixas. Alguns exemplos de cervejas certeiras no lúpulo em Juiz de Fora são a APA da Hankzbier, a American Ipa da Gavioli/Alchemie e também a Jacabier. Por enquanto então é isso… conhecer um pouco melhor sobre os lúpulos deixará você mais familiarizado com o universo cervejeiro. #ogibraindica

o-gibra-indica-azul-correto

  • Tags: